Páginas

25 de mai de 2013

CROCHÊ E MEMÓRIAS








Tia Zulmira e Iolita
Zulmira e Iolita ainda criança

Duas guerreiras


Hoje nessa postagem faço uma homenagem a minha tia Zulmira, uma mestra na arte manual. Esperta, alegre, inteligente, ponderada, calma, serena que com muita sabedoria soube levar a sua vida. Uma grande guerreira, uma mulher de fibra que muito nos ensinou com palavras, exemplo e modo de viver.
Saudade e umas lágrimas teimosas do tempo que passou e até  de um tempo do qual não vivi.
Revendo fotos, encontrei umas  dela com sua única filha Iolita em três momentos. 
Uma mãe terna e amorosa com sua bela filha. Fotos dos anos 40, 50  mostrando um pouco a moda antiga.
E também alguns dos seu trabalhos para inspirar as crocheteiras de plantão.
Ela é mais uma Tucaninha que brilha lá no céu.
Hoje é o Dia da Costureira. Parabéns Costureiras veteranas, aprendizes  e aquelas que como eu estão sempre tentando.
Mais tarde vou passear nos blogs amigos, não é Nadja, afinal hoje é sábado e o Cacareco's está recheado de novidades. Preciso passar lá também. Ai meu Deus, mas antes disso vou fazer um café. Rsrs. Acho que estou sofrendo de "DADIA", Desordem de Atenção Deficitária na Idade Avançada. É precoce viu.  Depois divulgo o texto aqui.
Beijos corridos,
Bel



19 de mai de 2013

PORTA-BONECAS





p



Meninas,

Continuo com aquela sensação de que o tempo está curto demais. São tantos afazeres e os ponteiros do relógio giram acelerados.
O que importa é realizar. De nada adianta ficar no mundo das ideias. Temos que partir para a ação. Essa semana fiz uma faxina nos armários. Doei o que não estava mais usando. Ter espaço para facilitar a vida é muito bom.  E sempre existe alguém precisando daquilo que está entulhando no armário. 
Sou baiana e a preguiça não me representa. Claro que depois do trabalho gosto de curtir uma praia. Ler um livro e aquela vontade de não fazer nada de vez em quando eu tenho. Isso é normal, todos somos assim. Afinal cada pessoa tem um jeito de recarregar as baterias.
E lá vou eu, o tricô faz tempo que não pego, o crochê e o bordado nas horas vagas, uma boa distração. 
Reciclagem, uma maneira de transformar. 
Vejam que fiz com  embalagens de talco vazias. decidi recortar algumas e vejam o resultado. Forrei com chita e ainda fiz biquinho de crochê. Gostei, depois faço outros modelinhos. As fofoletes ficaram bem no seu novo espaço. Pode ser utilizada para lembrancinhas de aniversário. Que acham!?
Desejo a vocês uma semana alegre e feliz
Beijos,

Bel

12 de mai de 2013

MAINHA PERTO DE MIM

Nina  Jovem
Nós, quando completou 90 anos.
Ela no "Paraíso" em 1997. A amazona.
Em 2008, tomando vinho.
Anos 60
Aniversário: 94 anos. Nina, Luiz e Bel.
Essa frase me emocionou.


Maio é um lindo mês. Comemora-se o Dia das Mães. Abençoado seja este mês. Abençoadas sejam todas as MAMÃES. Parabéns, vocês merecem.
Em especial parabenizo a minha MÃE e também agradeço a minha existência a ela. Obrigada mainha por tanto AMOR, tanta VIDA, tanta FORÇA, determinação, vontade, alegria, mesmo quando aqueles momentos tristes nos visitavam. Atravessamos tempestades, dores, perdas, decepções, mas a esperança estava sempre presente. Superação, um lema. Afinal a vida seguia. E nós estávamos ali, unidas, atravessando a vida. Você venceu. É uma heroínaa. Hoje está idosa, já não tem a mesma força e garra. Mas continua GUERREIRA e transmitindo  AMOR. Minha "Vaquinha Veia", meu "Cipózinho seco". Assim ela mesma se autodenomina. Tê-la ao meu lado é um presente de DEUS. Obrigada Senhor, pela existência da minha MÃE na minha vida até os dias de hoje. Seu andar é lento, seus olhos já não têm o mesmo brilho, mas tem tanto AMOR no olhar. Hoje a vida para você é um presente de Deus. Não é tempo mais de lutar pela vida. Hoje, mainha é tempo de receber, de ser amada, paparicada, respeitada, TEMPO DE SER FELIZ.  Vamos viver um dia de cada vez. E todos os dias agradecer a benção de estarmos juntas.
Como sou FELIZ por tê-la ao meu lado!
Mais uma vez: Obrigada Senhor!
Amém.