Páginas

18 de mai de 2014

PELÚCIA E CROCHET








Olá Meninas

Retalhos de pelúcia, sobras de lã e olha o resultado. Pelúcia do tempo em que mainha costurava colchas, fazia dorminhocas, sabe aquelas bonequinhas, que tinham um feche-éclair nas costas, onde guardava-se camisola e ficavam a enfeitar a cama. Isso nos idos, anos 70. Pena que naquela época, não fotografávamos como hoje. Acho que todas nós teríamos um acervo de artes manuais. O pessoal mais antigo sabiam fazer tudo. Lembro que até Renda de Bilros, minha mãe e minhas tias faziam.
Saudade daquelas reuniões, das prosas alegres, das costuras e trocas de receitas, dos casos e histórias de amor. Era bem divertido.
Li algo que gostei e deixo aqui para nós:
"As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas apenas aproveitam o melhor do que têm"
Desejo uma semana feliz, iluminada e bem cuidada!
Beijos cuidadosos,
Bel

4 de mai de 2014

ESTOJOS RECICLADOS









Olá Meninas,

Maio chegou e aos troncos e barrancos aqui estou, ten-tan-do, fazendo, aprendendo. Quero dizer que apesar dos pesares estou aqui sempre que posso. E as caixinhas que iam para o lixo... guardei por mais um tempo e foram transformadas em estojos para guardar bijus, agulhas de crochê, linhas e aquelas coisinhas que não tem destino certo.
Feliz estou com sua visita.
Beijos rápidos,

Bel

27 de abr de 2014

ROSAS, FLORES





Olá Meninas,

Férias no mês de Abril, cuidei um pouco da vida, retornei as aulas de Pilates, organizei a casa e ... fiz alguns trabalhos manuais, que gosto tanto de fazer e que de certa forma me mantém em equilíbrio. Muitas vezes uma necessidade, uma terapia, uma brincadeira também. Tinha o tecido guardado, e algumas flores recortadas. Fiz a montagem, colei, depois apliquei e fiz um bico de crochê. Gostei do resultado.
Uma alegre toalhinha de mesa. Simples assim. Se a vida fosse um brincar, com linhas, tecidos, agulhas; Outras vezes colas, tintas, pincéis; ou guardanapos, madeiras, caixinhas e tetrapak. Um pontinho daqui, uma reciclagem dali, uma ideia do céu, um fazer com as mãos e eis que vai surgindo algo novo, criado por nós. Somos assim. Você é assim. Faz tanto, transforma, tem um olhar especial para o que para muitos seria um simples lixinho. Em 2017 faço trinta anos de serviço. Tenho muitos sonhos e planos. Que Deus abençoe e me conceda! 
Grande beijo cheio de esperança,

Bel

Porque eu gosto é de rosas e rosas e rosas
Acompanhadas de um bilhete me deixam nervosa
Toda mulher gosta de rosas e rosas e rosas
Muitas vezes são vermelhas mas sempre são rosas

21 de abr de 2014

CORAÇÕES PET


 
 


Meninas,

Tenho andado tão distante daqui, da blogosfera, do contato com todas vocês. Quando posso visito alguns blogs e fico saudosa. Tenho todas no coração e na lembrança. Esses dias, não resistir e fiz algumas reciclagens. Este móbile, feito com garrafa pet, é mais uma dica da Mazza, no seu blog maravilhoso:  http://mariareciclona.blogspot.com.br/2013/06/coracao-de-garrafa-pet-is-this-love.html
cliquem no link acima e vejam o PAP. Ela que é uma MESTRA nesta arte.
Faço pelo simples prazer de fazer e aproveitar o que é descarte. Fazer arte alegra os meus dias, pena que o serviço me distanciou desse espaço. 
Beijos reciclados,

Bel

8 de dez de 2013

CRISTALEIRA













A sumida apareceu. Sem desculpas, apenas marcando presença aqui e matando a saudade.
Meninas e não é que meu esposo está se saindo um ótimo marceneiro. A cristaleira ficou pronta e está encantando a todos que nos visitam. Até mainha aprovou o feito dele. Está toda feliz, porque assim pode ver seus cristais arrumados num lugar especial e com destaque. Não sei qual o mais orgulhoso, se ele, que fez a cristaleira, ou se ela, que como costuma falar: Gostava de comprar coisas bonitas. Enfim a Cristaleira agrada, encanta e enfeita a nossa sala. E vejam como ficou lindo o detalhe da lateral.
E torcendo para que a alegria, a vontade, a coragem e a disposição façam-se presentes em nossas vidas.
Beijos encantados,

Bel



27 de out de 2013

BANQUINHOS CHITADOS















A vida está sempre nos preparando para as lições futuras. Um aprendizado sem fim. Isso é movimento. É transformação. Muitas vezes, me recuso a aceitar mudanças. Sofro bastante. Fico triste, digo que não vai dar certo.  Mas depois de muita ponderação, reflexão, enfrento a situação como um grande desafio. E encaro a situação com determinação, garra, concentração e comprometimento. Estou num momento de mudança no serviço, mas logo logo tudo vai se encaixar e vou continuar postando, visitando todas vocês, retribuindo o carinho e a atenção.
Esses dias voltei a brincar de fazer arte. Como é bom brincar de transformar o que temos. Usei tintas, chitas, cola, lixa, pincéis. E os banquinhos sem graça, ganharam cara nova. Gosto de aproveitar o que tenho. Esta lição aprendi bem cedo, ainda na infância, com tia Anália e mainha, principalmente com tia, que nos anos 60 e 70 já reciclava bastante. Engraçada a vida. Tinha treze anos quando ela desencarnou, mas as lições e o seu exemplo guardei sem querer. As palavras muitas vezes são esquecidas, mas o exemplo fica arquivado no nosso inconsciente e no momento certo, surge como luzes. Como não ser uma pessoa agradecida! Serei sempre agradecida e contemplativa também. Rsrs. 
Olha as palavras sopradas nos ouvidos da amiga Nadja para mim:
"Sinta a vida escorrer em você, mas deixe-a seguir seu curso sem nenhuma pressa"
Uma ótima reflexão. Tudo a seu tempo. Valeu!
Beijos brincados,

Bel

21 de set de 2013

SAPATILHA CUSTOMIZADA



Puxa, aqui estou e dessa vez com algo feito por mim. A sapatilha sem graça me chamou a atenção. Primeiro pensei em fazer apenas dente de cão, depois fiz um biquinho de crochê, enfiei umas miçangas e ainda faltava alguma coisa. Peguei uma corrente fiz crochê em volta e depois apliquei na sapatilha. Agora preciso esconder a marca do enfeite que foi retirado. Preciso de ideias, meninas. Rsrs.
Dei um jeitinho e eis uma sapatilha customizada.
Que esta semana traga alegria, PAZ, serenidade e esperança para as nossas vidas.
Beijos legais,

Bel