Páginas

17 de jan de 2012

TOALHA DE CROCHÊ





 

Olá Meninas,
Esta toalha de crochê é das antiguinhas aqui em casa. Foi feita nos anos 60, 70  por minha tia. 
E acreditem, ela usou cordão que era usado para embrulhar pão nas padarias. Antigamente os  pães eram vendidos embrulhado em papel e amarrado com barbante vindo de um rolo no teto. O legal é que o papel  deixava o pão quentinho respirar. O que não ocorre com as embalagens utilizadas hoje.
Eu alcancei este tempo. Sinto saudade viu. Não havia sacos plásticos e o papel  era  usado para fazer pacotes.
E assim tia Anália foi juntando os cordões pacientemente e com determinação. Fez novelos com os mesmos. E o resultado aí está: Uma linda TOALHA DE CROCHÊ. 
O que ressalto aqui meninas, é que há uns 30 anos atrás não se falava em reciclagem, mas com ela, a minha tia, eu recebi as minhas primeiras aulas, noções sobre RECICLAGEM, um assunto que é tão discutido nos nossos dias.  Recordo que ela fazia tapetes, bolsas, chapéus aproveitando os saquinhos de leite.  Recortava, emendava e enovelava criando assim a sua arte. Pena que não os tenho mais para postar aqui.
Nesta época ainda era  criança,  mas guardo as lembranças e um pouco do que aprendi com ela. Recordo que tudo ela aproveitava, transformava.
É isso meninas. Deixo  aqui as fotos da toalha de crochê feita por ela. E este post é uma homenagem que  a ela faço: A Querida Tia Anália.
Acredito que lá de cima ela está sorrindo feliz e até encabulada. Rsrs... Guardamos no coração pessoas que amamos, não importa se elas já passaram para o outro lado da vida. O AMOR CONTINUA EXISTINDO.
Beijos celestes,

Bel

4 comentários:

  1. Ei Bel, tia Anália já era uma reciclona de mão cheia heim... Talentosa e consciente. Viva tia Analia que viverá para sempre através das obras que teceu...
    Beijos e tenha uma noite linda.

    ResponderExcluir
  2. Oi Amiga, é verdade, rsrs reciclona de mão cheia. Ah, gostei muito da idéia dos tubos de papelão para adega. Chique. Mas tudo isso é tão bom, não é!? Valeu viu.
    Beijos, Bel

    ResponderExcluir
  3. Oi Bel querida, essa história nos emocionou. Que consciência que há tantos anos, nossa tia iluminada já tinha não é mesmo?
    Você tbém é uma dessas pessoas iluminadas!
    Minha mãe lembra das tampinhas de crochê que tia Anália fazia para tampar as moringas de água, vc lembra? Eram tampas de palhacinhos, galos, etc.
    Adoramos seu blog, um bj enorme pra vc, tia Nina e todos aí. Amamos vocês!!!

    ResponderExcluir
  4. Amáveis Primas, que surprêsa feliz ler um comentário de vcs no meu blog. Puxa... tão alegre estou. Lembro sim das tampinhas nas moringas, da casinha dela arrumada e cheia de detalhes feitos por ela.
    Uma grande artesã, não só ela como todas as irmãs: Prendadas, não?!!
    Beijos e saudade,

    Bel

    ResponderExcluir

Olá, Amiga!!!
Que bom que você veio me visitar.
Deixe seu email ou enderço do blog para retribuição da visita.
Beijos agradecidos!

Izabel Cristina